7 Dicas de E-mail Marketing para o seu E-Commerce

Melhore seus resultados de e-mail marketing

Melhore seus resultados de e-mail marketing

Cada vez mais, os provedores criam atualizações para enviar contatos de mailings comprados direto para a lixeira do consumidor que nem sabe que sua loja existe. Afinal, os Spammers estão à solta e é preciso cada vez mais refinar os filtros para as mensagens autorizadas chegarem à caixa de entrada do usuário.

A melhor forma de se trabalhar com isso, obviamente, é obter contatos que optaram em receber o seu e-mail. Seja por uma compra anterior ou interação em alguma promoção, a empresa precisa ter um contato prévio com o seu consumidor.

Para melhorar os seus resultados na campanha de e-mail marketing, você pode seguir algumas dicas importantes de e-mail marketing.

1) Segmentação da Lista de Contatos

Afinal, para que gastar tempo e dinheiro com e-mails que contenham ofertas de videogame e eletrônicos de última geração, se o seu consumidor só comprou livros em sua loja? Filtre!!! Além de torrar a paciência dele, você pode perder um fiel comprador de livros.

Isso pode ser resolvido de uma maneira simples e rápida: na página de cadastro, ao perguntar se o usuário deseja receber e-mails com ofertas, é recomendável perguntar também as categorias de interesse (Brinquedos, Livros, Eletrodomésticos etc.).

2) Cuidado com a Frequência

Qual tipo de pessoa gosta de receber 3 ou 4 e-mails por dia da mesma empresa?! Dê a opção também na página de cadastro ao usuário, já que se ele não optar por sair dos contatos com essa avalanche chata, seu e-mail se tornará paisagem na caixa de entrada. Lembre-se: MENOS É MAIS!

3) A importância do Assunto do E-mail

O assunto do e-mail é uma das coisas mais importantes para a melhorar taxa de abertura. Seja direto, criativo e não engane o seu consumidor. Se é uma oferta com desconto, deixe claro qual produtos e marcas são oferecidos para que ele abra e não se decepcione.

Isso não quer dizer que você deve seguir o padrão do mercado e escrever o óbvio no assunto. Apenas não seja “criativo demais” no sentido de acabar enganando o consumidor quando este abrir o e-mail marketing e ver que o conteúdo nada tem a ver com o assunto.

Além disso, evite termos como Hospedagem, Vagas Abertas, Gratuito, Dinheiro ou $ etc.

5) A força do Remarketing

A força do Remarketing é comprovada em campanhas de Links Patrocinados, Mídias Sociais e, claro, E-mail Marketing. O Ecommerce News publicou uma notícia  sobre empresas que enviam e-mails após abandono de carrinhos e o quanto isso aumenta a receita das empresas, já que os consumidores que voltam e convertem, costumam adquirir mais itens do que tinham deixado no carrinho.

6) Testes: Use e Abuse

Fazer os testes A/B é muito importante para que você veja qual tipo de layout, conteúdo e call-to-action gera mais conversões. O teste A/B deve ser constante e você nunca chegará ao e-mail perfeito, já que com o tempo cada modelo de e-mail pode “cansar” e se tornar ultrapassado para o usuário.

7) No final, o ROI é o que importa

Após todas essas dicas de e-mail marketing, a principal informação que você deverá dar o devido valor será o ROI. Não adianta taxa de abertura se o ROI continuar o mesmo. Não adianta melhores resultados com testes A/B se o faturamento continua na mesma. Claro que com isso você pode ter outros insights e tirar a conclusão de que apesar de a taxa de abertura ter aumentado, talvez o preço, condições de parcelamento ou até erros no site prejudicaram um ROI mais qualificado, afinal, o ROI englora outros fatores e o certo é comparar com outros canais como Links Patrocinados, SEO etc.

Boa sorte em suas campanhas!