Remarketing – Estratégia, Equilíbrio e Ética

remarketing-o-que-é

O conceito de Remarketing é basicamente impactar um usuário que teve uma interação prévia e não concluiu uma ação desejada, podendo ser desde um simples cadastro até a conclusão de uma compra. Esse impacto pode ser feito com anúncios e e-mail marketing.

Apenas 2% dos usuários convertem compras em sua primeira visita, enquanto os outros 98% têm influência de ações de Remarketing e tomam a decisão a partir da segunda visita ao site.

Ao não ter uma estratégia de Remarketing – conhecido também como Retargeting -, muitas empresas acabam perdendo grandes oportunidades de obter melhores resultados e aquisição de novos clientes. Como contraponto, várias outras marcas acabam piorando a experiência do usuário, abusando no número de anúncios e e-mails.

Diante deste cenário, o uso do Remarketing é necessário mas a estratégia deverá visar o equilíbrio e não esquecer da ética junto aos seus consumidores.

Remarketing: displays provam eficiência

Há uma grande discussão se os displays perderam ou não eficiência a cada dia. Apesar de ter a importância bastante discutida, é inegável o quanto essa mídia influencia quando é utilizado na linha de impacto de reforço e não como mídia de primeira interação. Os displays são grandes aliados desde que não sejam abusivos e “persigam” os usuários pelas semanas seguintes.

Por quais canais posso utilizar o remarketing?

O Remarketing pode ser feito através de displays, links patrocinados e até o uso de e-mail marketing, que pode ser enviado em forma de lembrete caso o usuário não tenha concluído um cadastro ou visitado produtos e colocado apenas no carrinho.

A segmentação de listas é importante no sentido de cruzar as informações de comportamento do consumidor com o perfil do produto.

Exemplo: uma viagem da Disney é algo mais bem planejado do que comprar um livro no Submarino. Ou seja, a agência de viagens pode trabalhar com uma frequência maior em seus anúncios por ter um serviço que leva mais tempo na tomada de decisão.

Não seja as Casas Bahia na web

Uma reclamação comum entre os usuários é o quanto certas empresas abusam das estratégias de remarketing, expondo os mesmos anúncios por semanas mesmo havendo a possibilidade de o potencial comprador ter feito apenas uma simples visita ao seu site e nada além disso. Essa megaexposição é, como dito anteriormente, ruim para a experiência do usuário e faz o anunciante gastar dinheiro desnecessariamente.

Não adianta a Netflix ficar expondo anúncio de assinatura grátis se você já está logado na conta que paga R$ 15 reais todos os meses. É opção do anunciante impactar o usuário por semanas, mas o que previamente é entendido como tática de reforço, é concebido como chatice pelo por aquele que poderia ser um comprador no futuro.

E com isso, ele pode simplesmente “descobrir” a Navegação Anônima e não sofrer mais com o excesso de anúncios iguais que o persegue.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s